Cuidados com os olhos que devemos ter ao longo da vida

Para garantir uma vida mais saudável, é importante fazer exames preventivos periodicamente

Cuidados com os olhos: O mundo em que vivemos exige cada vez mais dos olhos, porém, nem sempre cuidamos deles da maneira mais adequada.

- Publicidade -Solicitar Cotação!

Estar atento à saúde ocular é um hábito que devemos adotar por toda a vida, pois a visão tende a diminuir com a idade.

Os cuidados devem ser tomados desde o nascimento. Desta forma, é possível prevenir e tratar, o quanto antes, os problemas que podem ocorrer ao longo da vida.

Recomendações importantes

Há recomendações que são válidas para todas as faixas etárias. Uma delas é evitar coçar os olhos, pois isso pode machucá-los e também favorecer o aparecimento de ceratocone (deformidade da córnea).

Outro conselho significativo é tomar cuidado na hora de usar o computador durante horas a fio, pois pode ocasionar em vista cansada, lacrimejamento e dificuldade de focalizar imagens.

No momento da utilização do computador, a tendência é piscar menos e, com isso, os olhos podem ficar mais secos.

Óculos de grau ou solar não devem ser adquiridos em feiras ou camelôs, pois dificilmente é possível saber a procedência e a qualidade dos produtos. A recomendação é comprar em lojas especializadas para evitar problemas futuros.

Mais dicas essenciais

 Exames oftalmológicos devem ser feitos anualmente. Prevenir é a única forma de evitar o agravamento de uma possível doença.

Lentes de contato devem ser bem higienizadas, pois podem irritar e contaminar os olhos. Além disso, não é indicado dormir com as lentes nos olhos.

Confira também:  Diabetes: saiba mais sobre os tipos de diabetes e como prevenir

Nunca se deve usar colírio sem prescrição médica. Há pessoas que utilizam o produto para limpar a visão e pensam que isso não tem problema algum. Porém, existem colírios que podem até perfurar a córnea ou causar glaucoma. É preciso estar atento e evitar o pior.

Cuidados com os olhos

Existem, ainda, outros cuidados com os olhos que devemos ter ao longo da vida.

Confira os mais importantes em cada fase e cuide bem deles.

Nascimento até os 10 anos

Desde que nascem até os 10 anos de idade, as crianças aprendem a enxergar e a visão é desenvolvida.

Mas, esse aprendizado vai depender bastante de boas condições e, caso o estímulo seja inadequado, a criança pode ter ambliopia (também conhecido por ‘olho preguiçoso’) – problema causado pelo mau desenvolvimento da visão.

Dessa maneira, ela pode aprender a enxergar da forma errada e ficar ‘cega’ de um dos olhos, o que pode ser estrabismo ou um grau de óculos distinto.

Se for estrabismo, a criança deve iniciar um tratamento com um tampão, que vai forçar o olho com problemas a enxergar da forma correta. A correção só é possível até os 8 anos de idade. Então, quanto antes for feito o tratamento, melhor.

Dos 10 aos 20 anos de idade

Neste período da vida é mais comum surgir miopia e ceratocone. Sendo assim, os pais devem observar o rendimento dos filhos na escola durante a adolescência.

Confira também:  Beber água: 5 bons motivos para beber bastante água e hidratar-se

Também devem prestar atenção às reclamações de vista cansada, de vista embaçada, entre outros.

De 20 a 40 anos

Não apenas nesta etapa da vida, como em todas as outras, a dica é ficar bem longe do cigarro, pois ele compromete a circulação sanguínea da retina, diminui a quantidade de antioxidantes no sangue e atinge a visão.

Mulheres devem estar muito atentas ao prazo de validade das maquiagens, pois produtos vencidos podem deteriorar e causar alergia.

Dos 40 aos 50 anos de idade

A partir dos 40 anos de idade, grande parte da população tem presbiopia, popularmente chamada de ‘vista cansada’, que é a dificuldade de ver de perto por conta da perda da capacidade de foco.

Isso ocorre porque o cristalino (lente dos olhos) vai perdendo sua capacidade com o passar dos anos.

Colírios para diminuir a pressão são usados para ajudar no tratamento. Se não for suficiente, existe tratamento com laser ou cirurgia para corrigir o problema.

A partir dos 50 anos

Nessa fase, ficam maiores as chances de surgir doenças como catarata e degeneração macular.

Para diminuir os riscos, é essencial manter uma alimentação saudável e equilibrada, com quantidades adequadas de antioxidantes – substâncias que podem atrasar o aparecimento dessas doenças.

Proteção dos olhos

Manter hábitos saudáveis e estar sempre atento à própria saúde é fundamental para prevenir e proteger os olhos de diversos problemas.

Confira também:  Gengivite: descubra como prevenir a gengivite na gestação

É importante ressaltar que, diante de qualquer desconforto, é essencial ser avaliado por um médico oftalmologista. Previna-se de problemas visuais de maior gravidade e viva uma vida mais plena, com bem-estar e mais qualidade.